terça-feira, março 22, 2005

Salvem as estrelinhas

Hoje estou muito feliz. Estou sendo encontrada por vários amigos antigos meus através do orkut.
Hoje dei uma passeada em alguns que encontrei. Primeiro foi a Mel, amiga do Colegial, companheira assídua daquele colégio imenso a qual nos sentiamos tão pequenininhas. Claro que estou falando de mim não posso dizer pela Mel mas, confesso que às vezes achava aquele espaço muito grande para uma pessoa como eu. Acabei diminuindo ele todo, todos os seus metros quadrados em uma única pessoa e pasmem foi muito bom viver e estudar com a Mel mesmo sendo somente nós duas.
Hoje quem me encontrou foi a Telminha. Meu, lembro desta menina chorando por causa de nota no oitava série, ela é muito dez. Conheci a Telma no Loreto e ela sempre foi muito meiga, doce, carinhosa. Estavamos amadurecendo e os primeiros amores impossíveis aparecendo.. Podia ter sido mais feliz no Loreto, mas fui o suficiente. E isto para mim estava bom.
Graças a Telma reencontrei a Ivelise. Nenhuma delas ainda fez contato comigo somente eu ou elas me incluiram no orkut. Mas, não deixam de ser pessoas marcantes. A Ivelise sempre soube o que queria e foi em frente. Virou professora inclusive de uma das escolas a qual trabalhei, por indicação dela. É muito bom ver como ela está bem, como conquistou as coisas que queria e o quanto esta bonita. Sinto falta dela, acredito que não nos afastamos depois que saimos do colégio mas, durante o último ano. Eu já tinha uma turma lá fora que me valorizava e que me bastava e o Loreto passou a ser cartão de ponto, mas, ainda assim sinto falta da Ive.
De qualquer forma é incrivel como o tempo passa, a gente olha para trás e vê como tudo mudou. Como as coisas mudaram. Lembro-me da Ivelize dizendo que queria ser professora, da Telma que nem sabia o que queria ser, da Mel falando de veterinária e de mim sempre em dúvida, com as minhas dúvida. Se cada uma seguiu seu caminho separado a uma razão de ser, e se hoje ao contrário de 10 anos atrás conseguimos nos encontrar também talvez haja uma razão de ser. Simplesmente agradeço a Deus por elas estarem tão bem, por nós estarmos tão bem e sinto orgulhosa por ter participado pelo menos de 1 fatia da vida delas.
Agora, só falta eu. Eu lutar, eu conseguir, eu batalhar. Talvez eu tenha que fazer certas escolhas mas, elas estão amadurecendo em meu coração. E eu sei que quando eu decidir colocá-las em prática minha vida vai mudar, se não é que ela já está modificando.
Um desabafo para salvar as estrelinhas, ou as stelinhas!

2 comentários:

Anônimo disse...

"O tempo passa, só nao passa essa vontade de te amar!!!
O tempo passa, e já nao basta estar ao seu lado!!!
O tempo passa, tao rápido que já nao perpassa os paradigmas...
O tempo passa, e o sentimento ainda é tao intenso...
O tempo passa, eu me pergunto porque?
O tempo passa, e eu ainda penso até quando?
O tempo passa... vc ai ...eu aqui.."
eh será que tem algo errado?

Cuca disse...

Oi Stela...por favor ve se posta algo mais breve de se ler...pq assim....tah foda hein...pqp!
Bjão